enquanto isso

Levi Nauter

Enquanto curto minhas férias de julho, estou polindo alguns textos, revendo conteúdos para as aulas que ministrarei no segundo semestre, lendo bastante, ouvindo muita música. Amando minha amada Lu e contribuindo - na medida do possível - com os acabamentos da tão sonhada casa.
Porém, enquanto isso, infelizmente, fui 'zapear' os canais de TV e encontrei o que não queria: um programinha (é no mínimo isso que posso chamar para não baixar o calão) de televisão chamado A VERDADE NA TV com o (pseudo) Reverendo João Batista. Dentre as pérolas:
- Venha receber o "pente ungido" nessa grande cruzada.
E o comercial anunciava: "O grande dia da sua vitória está chegando. O reverendo estará na gruta determinando a sua vitória" (anúncio para o Rio de Janeiro). "Nesse dia, pela primeira vez no RJ, estará sendo distribuída a medalha COMIGO NINGUÉM PODE".
É o fim da várzea. É por essas e outras que não me arrependo de ter sumido dos templos. Eles me parecem inúteis. A vida real me é mais interessante, mais lúdica, mais divina.
Pastorada assim tinha que ter vergonha na cara.
Tô fora.

7 comentários:

rubenita sexta-feira, agosto 29, 2008 6:08:00 PM  

com todo o respeito que lhe devo e principalmente por não conhecê-lo, mas pelo que escreveu: que desculpa mais esfarrapada prá não estar em comunhão na igreja...

"não deixando a congregação como é costume de muitos." procure uma que se adeqüe à sua "exigência"!

um abraço.

Levi Nauter sábado, agosto 30, 2008 9:55:00 AM  

É sempre assim o texto da intolerância. Tudo aquilo que discorda do senso comum é tachado com palavras que beiram o baixo calão.

Ainda bem, tomei uma decisão: não discuto com ninguém o que penso. Penso e pronto. A igreja-instituição, pra mim, não faz mais sentido. Pelo menos por enquanto. Então, não estou à procura de uma denominação, de um pastor pra me abençoar (porque é assim que eles se acham: abençoadores). Nenhum pastor tem esse poder, embora eles pensem que sim. Tampouco querto uma igreja para manter relações interpessoais.

A igreja que se exploda! Quero viver.

Mas, obrigado pela sugestão.

Levi Nauter

rubenita sábado, agosto 30, 2008 11:07:00 AM  

de nada, leví.

não quis em nenhum momento ser "intolerante" pois como já dizia chesterton: "a intolerância pode ser aproximadamente definida como a indignação dos que não têm opinião." e me considero uma pessoa com opinião.

abraço de uma leitora, apenas!

Levi Nauter segunda-feira, setembro 01, 2008 8:19:00 AM  

Fico contente com a teu comentário. É sempre um privilégio pra mim notar leitores exigentes como você. Assim é que me sinto desafiado e a ter cada vez mais responsabilidade naquilo que penso e, sobretudo, naquilo que publico neste BLOG que só tem a intenção de anotar impressões.

Se for possível, continue lendo-me e postando teus comentários. Sempre irei publicá-los. Se quiseres contribuir com algum texto, seja bem-vinda.

Abraços,

Levi Nauter.

rubenita segunda-feira, setembro 01, 2008 9:46:00 AM  

eu tinha postado (tbém) uma citação de camus parabenizando-o pelo blog... que, independente de nossas opiniões sobre a Igreja, tem excelentes textos!! não sei pq não saiu. devo ter feito algo errado por aqui!! rsrsrs!

"quem escreve de um modo claro tem leitores. quem escreve de um modo obscuro, comentadores."

outro abraço.
rubenita augusto

Levi Nauter terça-feira, setembro 02, 2008 9:02:00 AM  

Rubenita:
Estou curioso, embora não seja do DOPs: donde és? Como descobriste meus blogs? A que denominação pertences? E, com todo o respeito, o que fazes profissionalmente?

Faço essas perguntas porque tuas citações me parecem legais são ânimos para continuarmos dialogando. Pelo lido, gostas de ler.E isso é sempre bom.

Continue lendo-me.

Levi Nauter

rubenita quarta-feira, setembro 03, 2008 9:59:00 AM  

donde és?
sou de SAMPA

Como descobriste meus blogs?
no blog do PAVA (leio-o desde que era editor da Vida). seu blog me chamou a atenção pelo "nome"

A que denominação pertences?
sou batista

o que fazes profissionalmente?
sou dona de uma empresa de informática

estou no orkut, se quiser me encontrar por lá: rubenita augusto

abraço! e continue... escrevendo!

meu jardim

meu jardim
minhas flores

minha alegria

minha alegria
Maria Flor

Sobre este blog

Para pensar e refletir sobre o cotidiano de um cristianismo que transcende as quatro paredes de um templo.


"Viver é escolher, é arriscar-se a enganar, aceitar o risco de ser culpado, de cometer erros" [Paul Tournier]

Vídeo

Loading...

Ouvindo

  • discografia do ótimo John Mayer

Followers

EU

Minha foto
LEVI NAUTER DE MIRA, doutorando em educação (UNISINOS), mestre em educação (UNISINOS) e graduado em Letras-português e literatura (ULBRA). Tenho interesse em livros de filosofia, sociologia, pedagogia e, às vezes, teologia. Sou casado com a Lu Mira, professora de História, e pai da linda Maria Flor. Adoramos filmes e séries.

Leituras

  • textos sobre EDUCAÇÃO (livros, revistas, artigos)
  • PROIBIDA A ENTRADA DE PESSOAS PERFEITAS, de John Burke
  • OS DESAFIOS DA ESCRITA, de Roger Chartier