fim do ano

Levi Nauter




Estou vivendo na agonia da folha em branco. Não por não ter o que escrever, o que mais me angustia é a falta de vontade mesmo. Há bastante ideia que cede lugar para uma leitura, para a retomada de alguma série televisiva ou para brincar com a minha pequenina Maria Flor – além de algum passeio com as mulheres aqui de casa (Lu e Flor).
Em 2010 meus textos minguaram consideravelmente. Em termos cristãos, eu decidi dar uma retomada em obras que falassem de Graça. É sempre bom relembrar que com a mesma graça que Deus me envolve eu preciso envolver a outros e outras. Ou pelo menos é isso que se espera de alguém que se diz cristão – com ou sem igreja (no meu caso, sem). Pensei em fazer isso assim que retornei das férias, mas não imaginava que surgiriam bons títulos sobre o assunto para eu ler.
Noutras palavras, eu diria que mergulhei no meu eu buscando ser melhor do que tenho sido – ou venho sendo. Tenho muito que mudar. Tenho muito que escrever. Muito para ler. Muito por fazer.
Nessa trilha convidei o Vander Lee para me acompanhar. Suas composições mineiras, que me interligam aos célebres do Clube da Esquina, falam de uma profundidade que por vezes doi. Meu jardim tem tudo a ver com o que venho passando ao longo desse ano. Presente do meu amigo Gustavo, estou gastando tanto o DVD quanto o CD. A letra e o vídeo estão a seguir.
Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores         
                     
Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores       
                        
Refazendo minhas forças, minhas fontes, meus favores    
   
Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores
Tô limpando minha casa, minha cama, meu quartinho     
                            
Tô soprando minha brasa, minha brisa, meu anjinho
                                   
Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho       
 
Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho     
                              
Estou podando meu jardim
Estou cuidando bem de mim

Abraços, com o desejo de que 2011 venha para nele eu escrever a minha história – mais uma vez.






0 comentários:

meu jardim

meu jardim
minhas flores

minha alegria

minha alegria
Maria Flor

Sobre este blog

Para pensar e refletir sobre o cotidiano de um cristianismo que transcende as quatro paredes de um templo.


"Viver é escolher, é arriscar-se a enganar, aceitar o risco de ser culpado, de cometer erros" [Paul Tournier]

Vídeo

Loading...

Ouvindo

  • discografia do ótimo John Mayer

Followers

EU

Minha foto
LEVI NAUTER DE MIRA, doutorando em educação (UNISINOS), mestre em educação (UNISINOS) e graduado em Letras-português e literatura (ULBRA). Tenho interesse em livros de filosofia, sociologia, pedagogia e, às vezes, teologia. Sou casado com a Lu Mira, professora de História, e pai da linda Maria Flor. Adoramos filmes e séries.

Leituras

  • textos sobre EDUCAÇÃO (livros, revistas, artigos)
  • PROIBIDA A ENTRADA DE PESSOAS PERFEITAS, de John Burke
  • OS DESAFIOS DA ESCRITA, de Roger Chartier